top of page

A Influência das Declarações de Powell e dos Balanços de Techs no Mercado Global

As bolsas mundiais apresentaram uma abertura em baixa nesta quinta-feira, influenciadas pelas decisões e comentários do Federal Reserve (Fed), que manteve as taxas de juros estáveis e sinalizou que um corte em março é improvável. A expectativa de um corte nas taxas já em março havia diminuído, dividindo o mercado, e as declarações do Fed reduziram ainda mais as expectativas de uma recuperação econômica acelerada nos próximos meses.

Além das decisões do Fed, outro ponto de atenção é a divulgação dos balanços de grandes empresas de tecnologia, como Amazon, Apple e Meta, que reportam seus resultados após o fechamento do mercado. No cenário interno brasileiro, os destaques são a divulgação dos dados de inflação ao produtor, do Índice de Gerente de Compras (PMI) industrial e da balança comercial.

Nos Estados Unidos, os principais índices amanheceram em queda, com o Dow Jones Industrial recuando 0,8%, o S&P 500 caindo 1,6% e o Nasdaq Composite perdendo 2,2%, refletindo o desânimo dos investidores após as falas do presidente do Fed, Jerome Powell. Os futuros do Fed ajustaram a probabilidade de uma redução nas taxas em março para 34%, de 60% antes do anúncio.

Na Ásia, os mercados fecharam sem direção definida, também influenciados pelo Fed, enquanto novos dados de atividade manufatureira da China não aliviaram as preocupações sobre a segunda maior economia do mundo. Na Europa, os mercados operam com perdas na maioria, com os investidores atentos à decisão de política monetária do Banco da Inglaterra.

Este cenário destaca a importância de acompanhar as decisões dos bancos centrais e os balanços das grandes empresas de tecnologia, que podem influenciar significativamente os mercados globais. Investidores devem estar atentos a esses fatores ao tomar decisões de investimento, considerando as implicações para a economia global e para os mercados financeiros.

15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page